nerdtatuado.xpg.uol.com.br

WebMedia XPG

Um adeus prematuro e vergonhoso


Brasil 3x2 Japão
(23-25 / 16-25 / 28-26 / 25-21 / 15-11)

Apesar de ter acompanhado todo o inconstante ano da seleção brasileira, ainda fui capaz de me surpreender – negativamente, claro – com o time. Como é que consegue levar uma virada do Japão, no primeiro set, quando vencia por 22x17? 

O jogo, até aquele momento, estava do jeito que o Brasil precisava. O Japão não apresentava volume de jogo, o que possibilitou que, sem aquelas trocas de bolas que da defesa japonessa que tanto desgastam mentalmente os adversários, a virada de bola brasileira fosse tranquila. O time, com os ataques de Garay, Tandara e Gabi fluindo bem, estava seguro. E, para nos ajudar ainda mais, a recepção japonesa dava pontos em erros. 

Ou seja, o Brasil tinha conseguido escapar das armadilhas japonesas, fazendo com que a partida tivesse o ritmo dele e não das donas da casa. Mas, de repente, tudo desmoronou.

Um saque aqui e ali desperdiçado, um erro e outro de recepção e pronto. A confiança, a lucidez e a tranquilidade foram pro brejo junto com o primeiro set e a chance de classificação do Brasil para a próxima fase.



A mesma história se repetiu várias vezes durante este ano. Comentamos aqui como o Brasil era instável, muitas vezes dentro de uma mesma partida. O time não se encontrou nesta temporada, com ou sem Dani Lins, com ou sem Garay e Tandara... Não deu certo. Mais do que as individualidades, o conjunto não funcionou.

E se isso não é um sinal claro e evidente de um final de ciclo e de uma necessidade de renovação profunda, não sei o que é. Aliás, Rio 2016 já foi o primeiro sinal e não foi identificado da maneira correta.

Tomara que o 22x17 seja o 24x19 desta geração. Que 2018 seja um marco para uma transformação profunda na seleção como foi 2004. A começar pelo Zé Roberto, que dificilmente sairá do comando antes de Tóquio 2020. Ele precisa ter a disposição de recomeçar e rever alguns dos seus conceitos como fez quando iniciou uma nova fase para o vôlei feminino em 2005. Só que, sinceramente, não é o que o Zé tem transparecido. Ele parece cansado e um tanto conformado com a situação atual da seleção. 

Se a leitura da derrota para o Japão se encaminhar somente para as questões físicas das principais jogadoras, aí não aprenderemos nada desta vergonhosa eliminação. É mais do que isso.

***************************

Pê esse: - Muito digno do Brasil, depois de eliminado, ainda brigar pela vitória contra o Japão. Depois do segundo set, imaginei que a despedida do Mundial seria ainda mais melancólica e vergonhosa, com uma derrota.

- Ao mesmo tempo, foi meio deprimente ver Thaisa e Adenízia entrando nos sets finais para ajudar a equipe. Triste que uma jogadora com a história da Thaisa seja utilizada num momento da partida em que não havia mais nada em jogo. Para ela, era muito importante e significativo estar neste Mundial, o que é totalmente compreensível depois das graves lesões nos joelhos. Merecia um final mais feliz. E o caso da Adê é difícil de entender porque foi tão desacreditada. A não ser que houvesse algum problema físico do qual não esteja informada, não compreendo porque o Zé não investiu nela como titular e abriu mão da central mais completa que tinha à disposição tão facilmente, sem dar a ela oportunidade de ganhar ritmo de jogo.

 *******************************

Demais resultados da 4ª rodada da 2ª fase:

Grupo E 
Holanda 3x0 Sérvia
Rep. Dominicana 3x0 Alemanha
México 1x3 Porto Rico

Classificação final: 

1- Holanda – 8V – 24 pontos
2- Japão – 7V – 22 pontos
3- Sérvia 7V – 21 pontos
4- Brasil - 7V – 20 pontos

Grupo F  

Bulgária 3x0 Azerbaijão
Turquia 3x1 Tailândia
Itália 3x1 EUA
China 3x1 Rússia
Classificação final

1- Itália – 9V - 27 pontos 

2- China – 8V – 24 pontos
3- EUA – 7V – 19 pontos
4- Rússia - 6V – 18 pontos
5- Turquia – 5V – 15 pontos

 

Grupos da próxima fase: 
Grupo G: Itália, Sérvia e Japão 
Grupo H: China, EUA e Holanda

- Pobre Japão...

- EUA não tem convencido neste Mundial. Sorte que a insegura Holanda está no seu caminho para chegar às semifinais.

Publicidade

Fechar

CONTATO

Preencha o formulário abaixo

Fechar

Hospedagem HTML Grátis sem limite

Infelizmente este serviço foi descontinuado e não será possível criar um novo cadastro


Fechar

BLOG Grátis

Infelizmente este serviço foi descontinuado e não será possível criar um novo cadastro


Fechar

Esqueci minha senha

Crie já o seu cadastro

Fechar

ESQUECI MINHA SENHA

 

Se você esqueceu sua senha, digite seu login abaixo.

Se você esqueceu seu login, digite seu e-mail abaixo.